Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

É no que dá ir às Caldas da Rainha reforçar o material de pintura... O parque D. Carlos I ali mesmo a pedi-las...

12 comentários:

Rita Catita Afonso disse...

Gosto mesmo muito!

José Louro disse...

Grande reflexo!

Suzana disse...

Que bonito, as manchas e o reflexo, gosto muito :)

teresa ruivo disse...

Muito bonito!

Luis Gabriel Marques disse...

Bela aguarela!

Pedro Alves disse...

Para além dos reflexos, adoro a definição das sombras!

nelson paciencia disse...

Que grande desenho! E faz-me pensar que estes pavilhões do Parque e a cidade das Caldas da Rainha já mereciam um encontro USkP.

Teresa disse...

Gosto muito da aguarela e das cores!

Bruno Vieira disse...

Tiveram um encontro no ano passado no fim de maio, toda a envolvente do jardim romântico é muito agradável. Lurdes, espero que não tenham pintado a pedra de rosa, acho que os volumes, sombras e céu resultaram muito bem.

Celeste Vaz Ferreira disse...

Também gosto muito do reflexo e das sombras!

Lurdes Morais disse...

Obrigada pelos vossos comentários! Pois a pedra rosa Bruno Vieira, fui só mesmo eu... :)

AB disse...

Excelente! Tudo! mas o reflexo... lindo!