Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 23 de abril de 2017

Castro, o meu contributo

22 de abril
Ao chegarmos ao local, fomos recebidos pela Sofia Máximo que fez um breve enquadramento sobre o Lugar e o Monumento - Castro do Zambujal.
 
Quem não conhecia ficou impressionado com a vista. Quem conhecia, descobre sempre algo novo - o eterno espanto.
 
O sol acompanhou-nos toda a tarde, o sol, o silêncio, o chilrear dos pássaros, o verde dos montes, o dourado das pedras....
 
Nos encontros que organizo, costumo desenhar pouco, ou quase nada. Mas hoje, apesar de continuar a ter de recorrer à mão esquerda, consegui alguns minutos, para fazer aquilo que nos move: desenhar o momento e conviver com os amigos. Que bela tarde...
 
 
 

2 comentários:

hfm disse...

Belíssimos desenhos nesses teus encontros sempre muito bons.

Bruno Vieira disse...

com a mão esquerda andas a desenhar cada vez mais certinho, gostei.