Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Assis I

Foi uma tarde a experimentar o grafite, material que nunca tinha usado antes!
Para chegar a este resultado final, sem que me apercebesse disso, gastei 7 duplas páginas!
Confesso que não fiquei enamorada por ele! Talvez daqui a algum tempo mude de ideias!
Vejam aqui o processo que me levou ao resultado que mais me deixou satisfeita!


3 comentários:

Rodrigo Briote disse...

Valeu a pena a insistência

Alexandra Baptista disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandra Baptista disse...

A grafite ajuda quando temos pressa, quando lhe dedicamos mais tempo também nos coloca em vantagem. Ainda bem que não te deste por vencida. A página está muito interessante e o processo solto. Eu gosto.