Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Sedum Nussbaumerianum e Aeonium Haworthii

 



Por norma não tenho regras para os cadernos ou para os desenhos. Faço-os como me apetece e pronto. Mas ando a disciplinar-me: ser organizada, desenhar mais, escrever mais, experimentar mais. Ou pelo menos ando a tentar!
E por isso tenho novas regras para este caderno:
1. desenhar uma planta por dia
2. não passar páginas em frente: respeitar cronologicamente a enumeração e a data dos desenhos
3. experimentar diferentes materiais e técnicas de desenho em diversas páginas
4. escrever sempre que possível ou me apetecer
5. descobrir o momento certo para parar o desenho (e talvez para parar a escrita...)
Provavelmente irei acrescentar mais regras ao longo das páginas...

5 comentários:

Luis Gabriel Marques disse...

Lindas estes registos de plantas! Adoro as cores e os desenhos.

Rita Catita Afonso disse...

Grande ideia! Um caderno com regras :) Vou aderir (não prometo desenhos tão giros como estes)

L.Frasco disse...

Delicioso! Cada página uma descoberta!

Suzana disse...

Vai ser um belo caderno!!

Tomás Reis disse...

Caderno sim, mas com regras!
Fiquei adepto só de ver estas páginas, pela coerência gráfica e pelo uso da tipografia. Seria interessante se mais sketchers montassem um herbário de plantas comestíveis, por exemplo..