Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Sapataria Lord MCMXLI


Lá fomos desenhar mais uma loja tradicional de Lisboa. Desta vez foi a minha sapataria favorita, desde há muito.
Embora a loja esteja toda remodelada, mantém a traça "deco-modernista" do projecto inicial, de 1941; conserva também belas peças de origem, como sejam os espelhos (onde por acaso registei a Leonor a desenhar...), as caixas dos chapéus, as portas...
E quanto aos sapatos, malas, chapéus ...apetece levar a loja em peso (como sempre).

2 comentários:

Aline Gonçalves Pedrosa disse...

Bonita aguarela dum ícone da moda Lisboeta. Gostei do pormenor do espelho...uma prova de justa admiração!

Maria Leonor Janeiro disse...

Gosto muito deste desenho, até por aspectos afectivos.
Leonor Janeiro