Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Marrocos I


Nos posts seguintes, vou partilhar convosco uma série de desenhos que tinha no baú, desde Outubro do ano passado, quando fui a Marrocos com a família. São esquiços apressados, feitos em trânsito, ou nas auroras em que o som do minarete da mesquita trazia a insónia, como é o caso deste desenho.

Acompanharei também os desenhos com extractos dos relatos escritos que também acompanharam a viagem. Fi-los pelo chat do facebook, por duas razões:
I - Para não deixar a namorada preocupada;
II - Porque a velocidade da ligação à net tornava impossível qualquer conversa em tempo real.

Restou-me apenas o pequeno ecrã do telemóvel para comunicar. Por escrito, tive de resumir as emoções de uma viagem que me marcou.