Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Largo de Arroios

A semana passada voltamos ao Largo de Arroios, onde há pouco mais de duzentos anos decorreram episódios dramáticos retratados por  Domingos Sequeira na gravura A Sopa de Arroios, que também deu origem a um quadro a óleo (MNAA).
Além da persistências das ruas ainda se conservam alguns edifícios daquele tempo. Após longa história, o antigo cruzeiro estacionou no átrio da nova igreja, de MC Arquitectos, cujo interior merece uma visita.
Muitos consideram Domingos Sequeira um dos maiores desenhadores portugueses.
Sopa de Arroios retrata o auxílio da população de Lisboa aos habitantes da região saloia que aqui acudiram fugindo à frente das invasões francesas.

Sem comentários: