Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 2 de março de 2017

Hoje, no centro de Braga

O quiosque perto da Igreja dos Congregados, em Braga


Um indivíduo que tocava concertina na Avenida Central. Aqui, em três posições.

No café A Brasileira, em Braga
Hoje consegui fazer três desenhos, ainda que com uma assinalável falta de material. Para colorir só tinha mesmo um sublinhador fluorescente verde, que só utilizei num dos desenhos. Ainda assim, soube muito bem, especialmente na Brasileira, onde estava mais quentinho...

2 comentários:

Suzana disse...

Estão giros, o material é sempre o suficiente e acredita que se fazem desenhos incríveis com canetas fluorescentes :)!!

Bruno Vieira disse...

pessoas e tramas ficaram muito interessantes