Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Desenhando(o)

Tudo o que tem explicação, explica-se, mas o que não tem... é assim, ocorre simplesmente. O desenho, para mim,  acontece por vício ou obsessão, muitas vezes os acidentes potenciam a exploração expressiva de elementos gráficos, formais ou do ambiente. As páginas que me «prendem» têm sempre uma certa tensão,  julgo qué é isso que procuro, mas não sei ao certo!

(Caneta caligráfica, marcador acrílico e carimbo)                                                                                                             |«in situ»|