Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 4 de março de 2017

Av. das Forças Armadas


Desenho feito depois de um belo jantar num dos melhores restaurantes Chineses da capital, um "chinês" à antiga que não é buffet, onde nos sentamos e os empregados é que nos põe comida na mesa, o Huang He na Av. das Forças Armadas. Tinha acabado de chover e eu aproveitei enquanto o resto da malta estava no "vai-não-vai" para se levantar, para sacar uma perspectiva fora do centro histórico da Lisboa, a primeira em muito tempo. Confesso que já tinha uma certa saudade dos meus tempos de Saldanha.

6 comentários:

Vicente disse...

Este desenho está genial Pedro.

Marcelo de Deus disse...

Isto nao é um desenho. É uma fotografia ...

teresa ruivo disse...

Não... é muito melhor que uma fotografia!

Pedro Alves disse...

Muito obrigado a todos ;)

Miú disse...

Magistral!

Maria Leonor Janeiro disse...

Fabuloso
Leonor Janeiro