Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 20 de março de 2017

37º54'57.1''N 8º48'09.6''W

Esta é uma rua sem casas. Pelo menos, sem casas convencionais. No trajecto São Torpes - Porto Covo é comum encontrar casas com rodas. As autocaravanas dispostas junto à praia, no Verão, assemelham-se a edifícios em bairros suburbanos densamente povoados. No Inverno, mais parecem casas de campo, com espaço para por a mesa cá fora e quintal para jogar à bola. Na passada sexta-feira, lá estava ela, a M1109, com falta de alcatrão, quase deserta, com uma berma perfeita para estacionar o carro e fazer um desenho.

11 comentários:

Suzana disse...

Que lindo caminho!!

Sofia Gomes disse...

Está lindo este desenho! Gosto muito!

nelson paciencia disse...

Que desenho tão giro!

matilde disse...

Lindo

Pedro disse...

Ora aqui está um excelente desenho de um tema que me interessa tanto!

Eduardo Salavisa disse...

Está óptimo o desenho. É uma rua ou uma estrada?

Rita Catita Afonso disse...

Obrigada Eduardo e que optimo reparo. Às vezes é uma rua. Às vezes é só uma estrada. A sazonalidade da presença humana dita a classificação do espaço.

Celeste Vaz Ferreira disse...

Gosto imenso!

Rita Caré disse...

Belo!

Teresa disse...

Que maravilha: um caminho a perder de vista, e o mar ao longo dele...

Pedro Loureiro disse...

Tau! Para a barra superior! Muito bom!