Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

PRETO E BRANCO...E CINZA.

Mais um desenho do passado encontro no Museu Nacional Ferroviário, onde a dificuldade foi mesmo escolher o que desenhar, entre combois e carruagens de todos os tamanhos, feitios e idades. Escolhi esta grua sobre carris com o seu ar de velho oeste talez devido à minha paixão pelo Blueberry e foi este desenho também que escolhi para responder ao desafio de Fevereiro.

6 comentários:

L.Frasco disse...

Amigo sketcher, atão o contexto? Onde está o contexto?!

Agora a sério: tá muta bom!
E tens razão, o Blueberry aqui não destoava.

Ana Simoes disse...

Espectáculo! Bem escolhido e ainda melhor captado. Adoro os teus desenhos (e tb o Blueberry).

hfm disse...

Este está soberbo, já ontem te disse, mas aqui parece que realça ainda mais.

José Louro disse...

Tn Blueberry..... grande referência. Lia-o na revista Tintin. Grande desenho amigo Vicente.

USKP disse...

Outro desenho fantástico!
Celeste Vaz Ferreira

nelson paciencia disse...

muito bom!