Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

André Barros no Laboratório das Artes em Ílhavo.

Um belo concerto do pianista André Barros com a participação de Otto Pereira no Violino. Aconteceu no Laboratório das Artes Teatro da vista Alegre, integrado no ciclo de concertos Acorda à Tarde, são espetáculos intimistas, seguidos de uma conversa com os músicos em redor de uma chávena de chá e bolachas, foi muito bom conhece-los  :)

7 comentários:

Luis Gabriel Marques disse...

Bom equilíbrio de contraste!

Henrique Vogado disse...

Bem jogado com o uso das sombras. Gosto muito quando tenho um marcador nas últimas e dá aquele efeito gasto na folha. Parece-me que aqui foi este o caso. E fica sempre valorizado com a assinaturas das "vítimas" ;-)

Fernanda Fernandes disse...

Gosto muito deste sketch!

Leonor Janeiro disse...

Estou a ouvir a música que muito me agrada...

Luis Gabriel Marques disse...

Gosto muito do contraste.

Ana Crispim disse...

Um desenho cheio de força...

USKP disse...

Belíssimo sketch! Top
Parabéns Suzana Nobre... e que falta (ou pareça faltar) tinta nos marcadores!
- José Leal, uskp157