Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 8 de janeiro de 2017

Praia do Matadouro

Ontem regressamos às aulas de Surf. Ou melhor dizendo, regressou a Rita. Eu como acompanhante vou gozando dos dias de sol maravilhosos. Até consegui molhar os pés. Também vou aprendendo algumas coisas como a expressão "Lua nova, Lua Cheia, Maré baixa às nove e meia". É uma expressão útil para termos uma ideia aproximada das marés. Ontem a maré baixa foi às 16:30 (quarto crescente). Os futuros surfistas foram bem para longe, pelo que não deu para os desenhar. Mas de costas viradas para o mar desenhei parte da arriba e as escadas que dão acesso à praia. O ouro do sol projetava-se por todo o lado e contrastava com o céu da noite que chegava.

1 comentário:

Rosário disse...

Maré cheia para estes desenhos!