Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

 


No sábado de manhã fomos desenhar Campo de Ourique - as suas Vilas.

Sketch feito na Vila das Barracas a que sempre chamei a Vila Benitez porque o senhor vivia na casa em frente à nossa. Ambas faziam esquina da Infantaria 16 com a 4 de Infantaria.

Foi um momento único que me levou ao passado e às memórias do bairro e da rua onde nasci e onde vivi os meus primeiros dez anos.

3 comentários:

Rosário disse...

Tanta informação boa!

Henrique Vogado disse...

Um desenho como a Karina Kushnir falou. Informação e memória em desenho e texto. Excelente Helena!

USKP disse...

Muito completo este desenho, que não só conta a história dum passado mas também a do presente, onde até os turistas que nos acompanharam ficaram no registo!
Rosa Parrot