Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Museu do Oriente I

A proposito do Ano Novo Chinês que se aproxima, fomos desenhar, eu e a Fefa, para o Museu do Oriente. Este é o Ratnasambhava de cobre esmaltado que nos cativou em primeiro lugar. A arte busdista tem peças fabulosas e esta faz lembrar as os templos do Tibete. Belas recordações.
Leonor Janeiro

3 comentários:

Pedro disse...

Boa! Está previsto, a nível internacional, uma espécie de sketchcrawl para o ano novo chinês. Por cá ainda não ouvi falar...

Membro USkP disse...

Ficou uma beleza este desenho! E os dourados dão-lhe autenticidade!
Foi um prazer desenhar e aguarelar no MO

Fefa

Isabel Rodrigues disse...

Estas pinceladas de dourado valorizam bem a ilustração.
Muito bonito!
Estou a ver que este Museu do Oriente é uma inspiração de nível superior :)

Isabel