Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Largo de São Domingos

Já muito foi dito sobre este largo de Lisboa neste blogue, inclusive por mim AQUI e AQUI  como tal não me vou alongar nas palavras. Continua a ser um daqueles sitios que se podem desenhar para sempre e encontrar sempre algo novo ou reinventar velhos pontos de vista como é o caso deste post...



Voltei a entrar nesta Igreja sensacional para arriscar mais uma perspectiva fora do comum. Tanto eu como o Pedro Loureiro saímos de lá com desenhos abençoados e com o espírito revigorado ;)

8 comentários:

nelson paciencia disse...

Grandes desenhos pá!
E esta igreja é de facto mágica.

Ana Carvalho disse...

Duas belas aguarelas, no traço e nas cores... não cansa contemplar, e descobrir os pormenores!

teresa ruivo disse...

Mais uns, para a colecção da "dupla maravilha":)

Membro USkP disse...

Estes desenhos são magnificos, como todos do Pedro.
Leonor Janeiro

Miú disse...

Esplêndidos, os dois!
E, no primeiro, as pessoas a contraluz dão um efeito dramático.

Membro USkP disse...

Sou fã destas aguarelas! Sempre ...

Fefa

Marcelo de Deus disse...

Estórdinário

Membro USkP disse...

Que abuso!!!

João Carvalho