Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 15 de janeiro de 2017

Depois da Tempestade

Sou completamente adverso às questões da bagagem que levaria para uma ilha deserta e sou incapaz de me decidir pelos top of the pops mas, das aguarelas que conheço do Roque Gameiro "DEPOIS DA TEMPESTADE" é seguramente das minhas preferidas e está na exposição ROQUE GAMEIRO, UMA FAMÍLIA DE ARTISTAS.
É uma vista das rochas da Praia da Ursa.
Curiosamente não foi possível encontrar nenhuma referência a anteriores exposições deste quadro - ao contrário do primeiro estudo para este mesmo tema, que está no Museu de Aguarela Roque Gameiro.
Uma ocasião única, portanto, para ver esta beleza.

3 comentários:

hfm disse...

Que bela reportagem, ainda despertou mais a vontade de lá ir.

Rosário disse...

Também gosto!

Membro USkP disse...

Esta exposição é imperdível!
Foi um prazer ter estado na inauguração da mesma e descobrir que, para além da extrema beleza das aguarelas do Roque Gameiro, também se podem admirar as obras da "continuação" do artista pelos seus filhos e genros (e netos e sobrinhos netos)...
A família estava em peso nesta inauguração, e não só.
Agora interessa rever com calma...até meados de Março.

Fefa