Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Comboio regional - Lisboa


Gosto de desenhar situações cuja probabilidade de se voltarem a repetir é praticamente nula. 
Desenhos destes são, no mínimo, inéditos.
Agora uma coisa tão simples quanto esta – um grupo de pessoas desconhecidas entre si, que se cruzam numa estação de comboios e depois cada um vai à sua vida – pode ser corriqueira demais, mas garanto-vos que a probabilidade de eles se voltarem a encontrar é praticamente nula.
A vida quotidiana tem destes e outros momentos que, estranhamente, estalam diante de nós como sendo irrepetíveis.