Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 31 de janeiro de 2016

Heróis do mar

Casas originalmente construídas pelos pescadores. Aqui, os heróis do mar guardavam o material de pesca. 
Começaram por ser armazéns, hoje são casas de habitação junto à marginal que acompanha a ria de Aveiro.

São os chamados palheiros da Costa Nova.



Museu da Electricidade - Pedro A. + André B.


Após um dia fantástico e bastante cansativo de workshops no Museu da Electricidade em Lisboa, a convite dos Urban Sketchers Portugal, sentimo-nos na obrigação de fazer este "follow up" ao que estivemos a ensinar ao longo de cerca de 6 horas. Em primeiro lugar, um muito obrigado aos UskP pelo convite e a todos os que participaram. Foi uma honra poder transmitir os nossos conhecimentos, visão do desenho e poder orientar "sketchers" que seguimos como modelos e pelos quais temos muito apreço. Um verdadeiro desafio! 

 

 A nossa proposta não era simples, tinha como objectivo de usar a linha e a mancha como elementos construtivos de um desenho de forma autónoma mas complementarem-se em simultâneo, construindo uma imagem em que duas técnicas de  abraçam de forma lógica, contínua e suave. Escolhendo um objecto de maquinaria não o começariam a desenhar numa primeira instância mas sim uma mancha suave para explicar o seu enquadramento; ao deixar secar essa primeira camada de cor, avançar para o desenho e partir daí, começar a escurecer sem recorrer ao preto e ao cinza mas sim à cor complementar da primeira cor base escolhida, neste caso concreto, o laranja for escurecido com azul e as sombras foram dadas com mais pigmentação azul com algum ocre para formar a mancha escura que define a nossa luz, que foi mantida a branco. 



Depois de tudo isto, implementar as regras de composição descritas no primeiro esquema, com preocupações de manter a linha solta e intocada pela cor, para esta realçar com a mancha que está por trás, dando-lhe volumetria. Não era fácil mas era essencial perceber o papel das duas técnicas e como elas funcionam em separado, mas ao mesmo tempo juntas no mesmo contexto, bem como a construção de cores e misturas para não recorrer ao preto que destrói o pigmento.

Gostaríamos de aproveitar este post para os que quiserem esclarecer duvidas o possam fazer, comentem, enviem mails ou contactem-nos no facebook, teremos todo o gosto em finalizar o nosso workshop via online porque muitas vezes, o tempo foi escasso para tanta informação. Muito obrigado mais uma vez e até um próxima ;)

PS podem ver mais fotos no post no blog pessoal do André Baptista, aqui: http://andreduartebaptistaarq.blogspot.pt/2016/01/workshop-curto-circuito.html

Agenda dos Sketchers - Janeiro 2016


Urban Sketchers Portugal: Blogue | Facebook

AGENDA DOS SKETCHERS



Janeiro de 2016

VÍDEO URBAN SKETCHERS PORTUGAL

VÍDEO - URBAN SKETCHERS PORTUGAL
Realização e Produção de Vasco Ruivo


LIVROS


19-01 | Lisboa | Lançamento do livro "Do Comer e do Falar… Tudo Vai do Começar" | Ilustrações de Rosário Félix | El Corte Inglés de Lisboa



EXPOSIÇÕES

A partir de 19 Dez 2014 | Elvas | "Montra d'Elvas"
O 35º Encontro, realizado em Elvas em Abril de 2013, deu origem a um projecto muito interessante. "Elvas, cidade Património Mundial", mostra como, sobre as cinzas (neste caso grafite) de uma crise devastadora para o comércio local, é possível, com muita criatividade, empenho e colaboração, tornar ventos adversos uma vantagem. Através de uma associação recém criada para dinamizar o património e a cultura nesta cidade raiana (AIAR), foi possível congregar o comércio local, a câmara de Elvas e os Urban Sketchers Portugal que disponibilizaram os seus desenhos produzidos no 35º Encontro.


12-12-2015 a 15-03-2016| Coimbra | (a)Riscar o Património 2014 | Museu Nacional de Machado de Castro
Esta exposição baseia-se no conjunto de trabalhos decorrentes da edição de 2014 da iniciativa (a)Riscar o Património.




27-11-2015 a 31-01-2016 | Lisboa | "Lisboa, o que o turista deve ver" | Mário Linhares | Museu dos Coches




27-11-2015 a 11-01-2016 | Lisboa | "Ao Sabor do Património" | Fernanda Lamelas e Teresa Palma | Galeria Opus 14





 



07-01-2016 a 24-03-2016 | Lisboa | Narrativas Gráficas de Interculturalidade | Casa dos Mundos | Org. Casa dos Mundos e Urban Sketchers Portugal












08 a 30-01-2016 | Évora | Diários Gráficos | Estela Cameirão | Sociedade Harmonia Eborense 






 


20-01 a 20-02-2016 | Lisboa | O Diário Gráfico. Estar atento ao que nos rodeia | Eduardo Salavisa | Escola Secundária Pedro Nunes

ENCONTROS

A partir de 12.out | Lisboa | "Desenhar nas aulas de dança no Conservatório de Dança de Lisboa" | Org. Urban Sketchers Portugal e Escola de Dança do Conservatório

06-01 | Encontro | Aveiro | ASk à Quarta #22 - Janta De Reis | Org. Aveiro Sketchers

09-01 | Encontro | Mafra | 2º Encontro OSk - Vamos a Mafra Desenhar Números | Org. Oeste Sketchers


09 e 10-01| Encontro | Lisboa | Encontro USkP - Casa da Amora | Org. Urban Sketchers Portugal


16-01 | Encontro | Évora | Vamos desenhar no Bairro da Câmara  | Org. Évora Sketchers

16-01 | Encontro | Estômbar | Encontro em Estômbar | Org. Urban Sketchers Algarve


23-01 | Encontro | Lisboa |Encontro USkP - IPO| Org. Urban Sketchers Portugal




FORMAÇÃO

30-12 a 2-01 | Workshop | Ourém | Retiro de Diários Gráficos | Mário Linhares

02-01 | Workshop | Almada | Oficina de Desenho no jardim da Casa da Cerca - 2016 | Sara Simões | Casa da Cerca

09-01 | Workshop | Lisboa | Diário Gráfico | Eduardo Salavisa | Um Ano a Desenhar para o Futuro, Casa-Atelier Vieira da Silva

09-01 | Workshop | Lisboa | Gellyplate | Ketta Linhares | Alfabeto Lisboeta

09-01 | Workshop | Seixal |Vamos Todos Desenhar? | Manuela e Alice Rolão | Org. Associação Cultural L1B

16-01 | Workshop | Lisboa | Quando a Linha é Cor e a Mancha é Linha | Richard Câmara | Zoo de Lisboa


16 e 24-01 | Workshop | Carcavelos | Quotidiano e Arte | Eduardo Salavisa | Fábrica das Cores

17-01 | Workshop | Lisboa | Passeio para Desenhar III | Manuela Rolão e Pedro Cabral | Estufa Fria | Org. Urban Sketchers Portugal e Lisboa Autêntica

23-01 | Workshop | Lisboa | Composição e Texto no Diário Gráfico | Ana Luísa Frazão | Casa João do Rio

23-01 | Workshop | Lisboa | Passeios pelo Património | Eduardo Salavisa | Mundo Património, Campo de Ourique

23-01 | Workshop | Lisboa | Técnicas Húmidas | Mário Linhares | Alfabeto Lisboeta

30-01 | Workshop | Lisboa | Tinta, Papel y Calle | Clara Nubiola | Um Ano a Desenhar para o Futuro, Casa-Atelier Vieira da Silva

31-01 | Workshop | Lisboa | Museu da Electricidade - Todos em Curto-Cicuito | André D. Baptista, Pedro Alves, Jeanne Waltz, Francesco Milanese, Luís Frasco, Filipe Almeida, José Barreiros, Vicente Sardinha, Pedro Loureiro, Rita Caré, Alexandra Belo e Vítor Mingacho | Org. Urban Sketchers Portugal

 
 
DESAFIOS 


O desenho mais comentado no desafio do mês de Janeiro é da autoria de Rosário Félix.



Urban Sketchers Portugal diariosgraficos@gmail.com

Exposição na Casa dos Mundos

No dia 11 de Fevereiro, quinta-feira pelas 18 horas (não se esqueçam que no mesmo dia, uma hora antes, pelas 17 horas abre a exposição no Ministério da Defesa) vão ser acrescentados os novos desenhos de locais de culto ficando completa a exposição “Narrativas de Interculturalidade e de Interreligiosidade”. É, nesta altura, que vai ser a verdadeira inauguração. Apareçam, depois da outra (eu vou às duas, se alguém quiser boleia...). 

Em baixo um dos pátios interiores do Centro Ismaili de Lisboa. Um edifício, aberto à comunidade, cheio de cantos e surpresas.


Sexta-feira, Igreja do Lumiar

Este fim de semana ainda não consegui desenhar, talvez ainda esta tarde consiga fazer uma pausa do trabalho, pegar no caderno e fazer uns riscos por aí.
O último desenho que fiz foi na sexta-feira, quando não me apeteceu usar a caneta como habitual.
E numa breve paragem frente à igreja do Lumiar fiz o meu esquisso do dia.

Desenho de contorno cego


Não podendo ir hoje ao Museu da Electricidade (que pena enorme!!), deixo aqui um desenho de contorno cego, ou apenas desenho de contorno, como lhe chamava o criador do exercício.

Indo a Timor, seria impossível não me encontrar com a Dilar Pereira. Combinámos um final de tarde no restaurante do terraço do Timor Plaza. Fomos com as primas da Ketta, que andavam connosco a desenhar para todo o lado e, quando chegámos lá acima, ficaram todas envergonhadas e a única solução foi desenharmo-nos uns aos outros sem a preocupação do resultado final.

Foi bom encontrar a Dilar no outro lado do planeta!

Lisboa - Museu das Comunicações

Uma Carruagem da Mala Posta que há muito me apetecia desenhar...

IPO encontro 94



Num desafio feito pelo IPO aos urban sketchers de abrir as suas portas e desenharmos o hospital, escolhi a biblioteca, mais precisamente um canto ensolarado na tarde luminosa de 23 de Janeiro de 2016.
Olhando para o desenho dá para perceber tratar-se de uma peça de museu, aquela velha máquina de escrever, esquecida numa mesa junto à janela. Tentei dar-lhe vida como agradecimento a todos os que através de várias gerações, contribuíram com o seu empenho e dedicação para o avanço da medicina.

sábado, 30 de janeiro de 2016

Casa dos Mundos

Nem sempre posso ir a todas e desta vez falhei os desenhos para o INTERCULTURALIDADES, mas felizmente consegui ir ver a exposição na Casa dos Mundos.
Felizmente porque é mesmo a não perder.

IPO

Um dos melhores encontros, até pelo inesperado da situação, que arrancava sorrisos de quem passava. Se bem que, por vezes, me senti um privilegiado...







IPO- objectos históricos






Dieta...

Por vezes preciso de me obrigar à contenção gráfica ... 
(Grafite )                                                                                                                                                                                                                                                  |«in situ» |

Alfabeto Lisboeta


Gelly Plate, com Ketta Linhares

Open Call


Na sequência do sucesso que está a ser o livro Lisboa por/by Urban Sketchers, a editora Zest Books desafia-nos agora a colaborarmos para um novo livro sobre Portugal inteiro.
De Trás-os-Montes à ilha as Flores, passando pelas mais remotas terriolas do nosso Portugal, tudo vale, desde que autêntico, desenhado de acordo com o Manifesto e com uma história para contar.

Tal como no outro livro, os direitos de autor das vendas revertem para a bolsa da Associação USkP.

Leiam o regulamento e enviem 10 desenhos até 31 de março!

Jacuzzi

Que estranho que é ver alguém vestido (da cabeça aos tornozelos) numa piscina...
 (Caneta caligráfica EF, lápis de cor, aguarela e marcador Posca )                                                                                   |«in situ» |           

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

de volta às avaliações

haaa que pena, nem sempre se consegue chegar a todos... 

(Pilot G-tec-C4 e grafite)                                                                                                                                             |«in situ» |

sketchbook therapy




Deixo-vos o meu último caderno finalizado ainda no ano passado, mas só agora digitalizado.
As vossas críticas são o mais importante.
https://sketchbooktherapy.wordpress.com/2015/12/12/color-book/
Obrigado :)
Marco

IPO

Passagem

Hoje foi dia de limpeza!


IPO - TAC, RM e observatório


Ressonância Magnética

TAC

Observatório da sala de operações

Observatório 
Aqui ficam os desenhos feitos no IPO.