Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SER TURISTA EM LISBOA

Do Cais do Sodré ao Cais das Colunas, estende-se toda uma área magnífica, outrora estaleiro de construção das naus portuguesas.                   
No sábado, 17 de Dezembro, como verdadeiros turistas, vamos deambular na Ribeira da Naus, olhar o Tejo e a cidade como pela primeira vez e trazer  a luz de Lisboa para os nossos cadernos. Se houver vento, pomos luvas e cachecóis; se houver chuva, podemo abrigar-nos; mas  se houver um sol temperado pela brisa do tejo, ou até uma neblina matinal, isso sim, tanto melhor!

Horário: das 10h30 àS 13H00
Ponto de Encontro:  monumento ao Almada Negreiros, Ribeira das Naus
 
(Desenho de Eduardo Salavisa)

8 comentários:

Fernanda Lamelas disse...

Bora lá!

nelson paciencia disse...

Isso isso!

L.Frasco disse...

Ui, mesmo apetitoso!!
Pudera eu ir e tava lá de certeza!

Jrosa disse...

Boa! Vamos a isso!!

Mário Crispim disse...

Já me comecei a movimentar!!!

Rodrigo Briote disse...

Boa ideia

Isa Silva disse...

Queria mt ir mas estou a ver q não consigo :-/

teresa ruivo disse...

Parece que o tempo vai estar do nosso lado! Bora!