Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 18 de dezembro de 2016

Ser turista em Lisboa II


Aqui vão mais dois desenhos dessa manhã de sabado.
Os tuk-tuk à espera de clientes e os edificios da Marinha com acesso condicionado. Enquanto junto do rio o movimento era intenso, os edificios pareciam estar noutro planeta, não se via ninguem. Era uma questão de orientação do angulo de visão: para norte nem vivalma, para sul a confusão dos carros, bicicletas,segways, pessoas a pé, tuk-tuk e os barcos num constante movimento.
Leonor Janeiro

6 comentários:

Membro USkP disse...

Muito bem observado! A vida de Lisboa estava à beira Tejo.

Belos desenhos

Fefa

hfm disse...

Belo registo.

Ana Crispim disse...

Gosto muito, Leonor

Maria Celeste disse...

...gosto muito do tema e do desenho...

Miú disse...

Que giros, Leonor, gosto imenso! A perspectiva das palmeiras ficou perfeita.

Belita Isabel Janeira disse...

Muito giro!!!