Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 10 de dezembro de 2016

O Eurico

Não sendo especialmente assíduo já sou no entanto da casa, passo à frente dos turistas, posso dizer que gozo desse estatuto territorial, se entro sozinho, tenho lá sempre um cantinho. Aperto-me entre os maduros do costume mais alguns turistas que entretanto já deram com aquilo. Vejo que não são os habituais que desembarcam dos navios desse tipo de carga nem os que rolam tróleis pela calçada, são ainda os das mochilas que estudam o Lonely Planet! Parecem estar bem integrados, metem conversa, são curiosos, perguntam-me porque é que ponho tanto azeite no bacalhau! Eles também pediram o mesmo porque deve vir no Lonely Planet, mas não é provável que lá diga que devem pôr muito azeite no bacalhau. Tinham-no comido seco e salgado, mas beberam vinho num jarrinho. A Dona Lina vinha sempre à sala, tratava-me por filho, costumava perguntar se estava tudo bem, se tinha ficado satisfeito, se comia mais um bocadinho, com esta nova afluência já não tem tempo para sair da cozinha. A Teresa trata todos por tu, faz a conta na toalha e os trocos no avental, na terra deles há muito que não existe nada parecido, além de tudo, ninguém acreditaria no que pagaram nem no que comeram. Lá fora a fila vai crescendo pela minha vez.

8 comentários:

Eduardo Salavisa disse...

Boa João! Aqui estás no teu melhor. O desenho e o texto. Repete mais vezes.

Mário Linhares disse...

E agora, quantos mais de nós é que vão querer ir ao Eurico?
João: top!

nelson paciencia disse...

Grande post João! E gosto tanto desta tua escrita.

jeanne disse...

hehe!

José Louro disse...

Vai desenhar para outro lado!!! :)

Mário Linhares disse...

Estive a ver melhor e... embora já estivesse convencido, a mousse de chocolate com 60% deu o golpe fatal.
Tenho de lá ir! ;)

teresa ruivo disse...

Acho que todos temos "um Eurico" mas, descrevê-lo assim, tenho a certeza que só tu! Como diz o Eduardo, repete (muito) mais vezes!

hfm disse...

Tenho de lá ir.