Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Largo da Achada


Numa pausa de almoço fui, com o Pedro Alves e o Pedro Loureiro, ao largo da Achada. Deve ser a única casa que em Lisboa ainda ostenta as janelas em ogiva anteriores ao terramoto. Na verdade, parece ter resistido discretamente a vários terramotos: o de 1755, o Fontismo, a higienização Salazarista e o pato-bravismo dos tempos modernos. E chegou até nós tal e qual o Roque a pintou. Que relíquia!