Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Workshop com inma serrano e miguel herranz

29 de outubro
Cheguei mais cedo, aproveitei para desenhar e ao mesmo tempo preparar o workshop do dia 12.
Durante quase dois anos, este jardim tem sido desenhado intensamente por dezenas de urban sketchers, mas ainda assim, cada vez que aqui chegamos, encontramos sempre algo diferente, um conjunto de elementos singulares que materializam a identidade deste espaço. Basta parar e observar - ver para lá do óbvio. A cor, essa foi aplicada em casa, depois da influência do workshop...
 
 
O desenho que se segue, é a tentativa (falhada) da resposta ao desafio lançado pela Inma Serrano e Miguel Herranz. A cor não é a minha praia, mas quando estamos com a Inma, é impossível escapar. 2 desenhos seguidos com cor, quem diria!!!! Os dias que se seguiram foram de ressaca
 
 

6 comentários:

Teresa disse...

Até dia 12 no Jardim das Amoreiras e na FASVS ^____^

teresa ruivo disse...

Lá estaremos:)

hfm disse...

Até breve e vivam as cores que fui vendo surgir.

Maria Celeste disse...

...lindas cores ,André...

André Duarte Baptista disse...

Obrigado a todas pelas generosas palavras. Celeste, é mesmo muito bom vê-la por aqui novamente :-) bjs e até breve

Rosário disse...

Bem giros!