Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 26 de novembro de 2016

Vamos desenhar com... Luís Frasco


Depois do Luís ter feito a apresentação retrospectiva da sua evolução no desenho fomos todos escolher um cantinho para desenhar, no interior ou no exterior. Eu escolhi o exterior.
Ao fim deste tempo todo ainda acho piada olhar para um espaço e ver malta a desenhar virada para todos os lados, de pé ou sentados. Só ainda não vi ninguém a desenhar deitado (apesar de saber quem já o tenha feito).

4 comentários:

Filipe Pinto disse...

E de certeza que viste muita gente com a cabeça no ar. Os arcos ficaram mesmo bem.

L.Frasco disse...

Que página incrível, Filipe!
Com tão poucos recursos e tão eficaz.
Gosto mesmo das tuas sobreposições dos arcos.
Obrigado de teres aparecido. :-)

hfm disse...

Gosto tanto!

Suzana disse...

Muito bom!!