Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 13 de novembro de 2016

Um ano a desenhar para o futuro

Ontem. Casa-atelier Vieira da Silva, Amoreiras. Tive o privilégio de orientar a oficina de desenho "As parte e o todo: A identidade do Lugar". Um grupo fantástico, com o qual aprendi mais, do que ensinei. Obrigado pela vossa generosidade.
 
 
Depois do habitual almoço no Papagaio, tive um programa familiar em Lisboa, onde aproveitei para fazer uns  desenhos.
 
 
Maria Celeste, durante o workshop não me foi possível desenhar, mas o 1º desenho da tarde é dedicado a si. Bjs e até breve
 
 
 
Depois de tanto andar, uma paragem merecida na Padaria Portuguesa, onde houve tempo para um desenho rápido.
 
 
Junto à Estação do Rossio, o último desenho de despedida. Até breve Lisboa
 

6 comentários:

Pedro Alves disse...

...e ainda desenhaste a entrada para o meu trabalho! (ultimo desenho) É sempre agradável vê-la mas no teu desenho é bem melhor ;) Parabéns pelo sucesso no WS, abraço.

André Duarte Baptista disse...

obrigado pedro. Agora já sei onde visitar-te :-) obrigado. Abraço

Pedro disse...

Isto é que foi aproveitar até ao fim para desenhar.

teresa ruivo disse...

O primeiro desenho está lindo! (Obrigada André.Gostei muito)

hfm disse...

Belissima reportagem.

cláudia mestre disse...

Já percebi que foi um sucesso! Parabéns André!