Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Martim Branco

Na visita do CASTELO DAS ARTES, Cultura Vibra.
Uma parede de fachada construída com os materiais que estavam mais à mão. Ou mais ao pé. Ou mais ao pé da mão... O resultado é lindo.
Alguns dos meus Colegas se lembrarão de um número da Architecture d'Aujourdhui sobre "architecture douce".

7 comentários:

nelson paciencia disse...

Que desenho fantástico Pedro!

Maria Celeste disse...

...gosto muito da ideia do que está mais á mão...
...e assim de inova...

Membro USkP disse...

Se me lembro!!!
Leonor Janeiro

teresa ruivo disse...

Que desenho fabuloso!

Suzana disse...

Que bonito pormenor!

hfm disse...

Aqui vou sempre aprendendo.

Pedro Loureiro disse...

Belíssimo esquema!