Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Mais Gerês


Depois de passarmos as Pontes do Rio Cavado (quase que era nome de filme...) estacionámos o carro e resolvemos comer qualquer coisa e desfrutar da bela vista que esta zona tem. Notámos rapidamente que o nível das águas nesta albufeira tinha subido bastante. Queríamos sentar e descansar um pouco mas as praias fluviais estavam completamente submersas, a 2 ou 3 metros de profundidade, como tal, decidimos ir até à marina de Rio Caldo que não fora afectada por este estranho fenómeno... O nível da água era de tal forma alto, que o santuário de São Bento da Porta Aberta estava já ali, poucos metros acima do nível das águas. Eu lembro-me de estar nesse santuário e olhar cá para baixo e ter vertigens, tal era a altura até ao rio. Actualmente quase que dava para dar um mergulho...

4 comentários:

Membro USkP disse...

Gosto muito
Leonor Janeiro

Maria Celeste disse...

...e Portugal vai ficando desenhado por ti...
...e ainda lembro Saldanha,Saldanha...................

Membro USkP disse...

Belíssimo!

Fernanda Fernandes

Marcelo de Deus disse...

Belos desenhos, belas palavras...