Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Lousal

Nas minas do Lousal havia casas para os operários. Pequenas moradias organizadas em bairros.
Não era um ambiente simpático. Quase uma exploração industrial do sec 19.
Afastada destes ambientes mais ou menos familiares, havia a CASA DOS SOLTEIROS, que ainda existe, suponho que habitada.

3 comentários:

hfm disse...

Um desenho onde a História se acoita.

Teresa disse...

Que nome curioso: Casa dos Solteiros. A remeter-nos para histórias de rituais de passagem...

Maria Celeste disse...

......gosto muito do desenho e do nome...