Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Jardim das Amoreiras

No segundo exercício do UM ANO A DESENHAR PARA O FUTURO, orientado pelo André Duarte Baptista.

4 comentários:

hfm disse...

Que ângulo e que desenho!

André Duarte Baptista disse...

este ainda não tinha visto. foi muito bem escolhido. gosto muito da relação da praça com esta envolvente. o desenho, nem se fala

Celeste Vaz Ferreira disse...

Que bom que está este desenho!!

Rosário disse...

Uma beleza!