Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Jardim das Amoreiras


"As partes e o Todo:Identidade do Lugar" o Workshop de André Baptista na "Casa Atelier Vieira da Silva" Um ano a desenhar para o Futuro. 

6 comentários:

hfm disse...

Gosto tanto!

teresa ruivo disse...

O desenho de baixo, ao vivo, é uma veradeira explosão de cor. Tão bonito...

Pedro disse...

Lindas respostas aos exercícios propostos.

cláudia mestre disse...

Que bonitos! Adoro a árvore cheia de outono! E também os pombos!

André Duarte Baptista disse...

Já o disse, mas repito, foi uma excelente resposta aos exercícios. As cores da árvore são de uma beleza única. Obrigado pela participação Rosário.

Pedro Loureiro disse...

Daqui percebe-se perfeitamente o exercício, e que foi perfeitamente bem executado. Deve ser um post exemplar desta oficina