Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Grafite

Quando uso grafite delicio-me com a rapidez e amplitude dos tons que consigo alcançar...

(grafite)                                                                                                                                |mais aqui: «in situ»|


3 comentários:

Rosário disse...

Muito bom! Também gosto muito de grafite!

hfm disse...

Gosto muito e tem a força da grafite.

Eduardo Salavisa disse...

Viva a grafite!