Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Chafariz da Mãe d'Água (Antigo Chafariz da Praça da Alegria)


Finalmente um tempinho para responder ao desafio Roque Gameiro. Fui à hora de almoço conhecer o chafariz da Mãe d'Água. Procurei o ângulo escolhido pelo pintor e acho que ficou aproximado. Não achei local para me sentar e fiquei de pé ao lado dos contentores do lixo. Turistas subiam e desciam as escadas. Alguns olhavam para mim. A ver se ainda consigo desenhar mais um, pelo menos.


5 comentários:

teresa ruivo disse...

Se não tiveres tempo para mais, já estás muito bem representado:)

Rodrigo Briote disse...

Incrível como quase nada mudou

nelson paciencia disse...

A ver se ganho vergonha! Henrique, deixas-me roubar este spot? É que é tão pertinho do meu trabalho e o prazo está a acabar...

Maria Celeste disse...

...parabéns, Henrique...

Henrique Vogado disse...

Nelson avança já! Quero ver o teu desenho do spot.
Acho que se calhar consigo ir até à rua do Convento da Encarnação, perto do Rossio. A ver se tenho tempo ao almoço.