Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 20 de novembro de 2016

Casa dos Bicos


Um dos edifícios mais icónicos de Lisboa também esteve no trilho de Roque Gameiro - a Casa dos Bicos, no sopé da colina do castelo, onde a frente ribeirinha costumava ser antes dos aterros dos séculos XIV, XVIII e XIX. A casa nobre, construida no séc. XVI, foi chamada assim por causa da sua fachada peculiar em bicos de calcário protuberantes. Os dois andares superiores da construção original e que tombaram durante o terramoto de 1755, foram reconstruidos em 1983, quando o edifício foi convertido num centro expositivo. No seu tempo, Roque Gameiro apanhou o edifício com os dois andares de baixo apenas. Hoje em dia, o edifício serve como sede da Fundação José Saramago.

(continua)

Casa dos Bicos, por Roque Gameiro

1 comentário:

Membro USkP disse...

Gosto imenso deste desenho!
Celeste Vaz ferreira