Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Noite e madrugada em Campanhã


Atrasados, cansados e com uma semana de trabalho sobre os ombros - mas a nossa chegada ao Porto tinha de ser celebrada! Com um fino! Atrevam-se a pedir uma imperial no norte e arrisquem-se a ser mandados para sul pela ponte da Arrábida, com um caloroso sorriso nortenho, claro! Um snack bar noturno em Campanhã ofereceu-nos o conforto de que precisavamos, antes de uma noite de sono numa pensão próxima.



Não tivemos que ir longe para disfrutar um pequeno-almoço madrugador, e para uma contemplação diurna à Estação da Campanhã e da sua envolvente. O largo da estação está cercado por tipos muito diversos de arquitectura, desde os lotes vernaculares da frente poente, ao impessoal edifício de vidro e metal da Nos, ao maciço granítico da estação de Metro de Souto Moura, até ao próprio edifício da estação de caminhos de ferro, tudo varrido por uma luz do sol rasante, brilhante e nórdica.

7 comentários:

teresa ruivo disse...

Pedro, antes de publicares os teus desenhos devias fazer um aviso : "Os desenhos que se seguem podem desmoralizar os espectadores mais susceptíveis" :))
(Posso "roubar" o de cima?)

Membro USkP disse...

Concordo Teresa :)
Celeste Vaz Ferreira

Marcelo de Deus disse...

Tb concordo. Fico muito contente por saber quem é o Pedro e a Teresa.
Como me disse o Pedro no Porto, é fixe juntar uma cara a um nome.
Difícil é (para mim) desenhar pessoas. Caras então...
É que a Teresa está mesmo... a Teresa. Como pode?!!!

Rodrigo Briote disse...

Incrível o desenho do grupo

nelson paciencia disse...

Este rapaz não merece que a gente lhe fale, é o que é.
Obrigado Pedro, fizeste-me tão bem parecido, pareço um gajo das novelas da TVI...

José Louro disse...

Concordo c a Teresa :(

Pedro Loureiro disse...

Muito obrigado a todos! :)
Teresa: rouba rouba!
Nelson: o rapaz rico e bem parecido que no final se casa com a miúda pobre e desenrascada, espero ;)