Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Mais dois sketches furtivos para o Inktober

 O melhor de, por ter a casa em obras, ter mudado temporariamente para a casa da minha mãe, é que tenho de passar bem mais tempo nos transportes. Não é naturalmente um sentimento muito consensual, mas quem desenha certamente percebe o que quero dizer.





2 comentários:

Marcelo de Deus disse...

oh, se percebe !

teresa ruivo disse...

O senhor do desenho em baixo devia começar a desenhar :)). Assim não ia tão enfastiado!