Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Desenhos dentro de uma prisão

Uma palestra dada em Manchester e hoje em Lisboa, no Museu Arqueológico do Carmo, pelo Nelson Paciência. Por ser um excelente comunicador e partilhar uma experiência tão invulgar, proporcionou-nos um excelente fim de tarde em boa companhia. As atividades de desenho com os presos foram mais longe do que apenas o processo técnico e artístico. Ainda estou a pensar em tudo o que ouvi. Parabéns, Nelson! És um ser humano peculiar, especial. 
Espero que possas prosseguir estas sessões, tal como desejas.



3 comentários:

nelson paciencia disse...

Gostei tanto que tivesses ido. Aliás, gostei muito que tantos tivessem ido.
E obrigado pelas palavras tão simpáticas, os desenhos estão encantadores. O primeiro então, até me deixa emocionado.

Pedro disse...

Parabéns Nelson!

Fernanda Lamelas disse...

Desenho lindo, sentido e merecido! Parabéns pela forma como sintetizaste o que nos foi transmitido, parabéns ao Nelson pelo desafio que lançou e que nos pôs a pensar...