Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 15 de outubro de 2016

Chafariz das Janelas Verdes


Visita à rua das Janelas Verdes, onde Roque Gameiro desenhou o Chafariz das Janelas Verdes. Da paisagem da gravura mais antiga, poucas mudanças houve, apesar de se notar maior vivência, com as esplanadas na parte superior do Largo.



5 comentários:

teresa ruivo disse...

Ficou muito bom!

Suzana disse...

Está lindíssimo, gosto muito da opção de não pintar na totalidade!

Rosário disse...

Também gosto da opção de não pintar tudo!

Vitor Velez disse...

Muito Obrigada :) A opção de não pintar totalmente tem que ver com uma intenção de demonstrar as várias técnicas ao longo do desenho. Sinto que demonstra mais o traço do artista que o fez.

Vitor Velez disse...

Muito Obrigada :) A opção de não pintar tudo tem que ver com uma intenção de demonstrar as várias técnicas ao longo do desenho, que acho que demonstra melhor o traço do artista que o fez