Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Vamos Desenhar o Porto - Encontro Nacional dos USKP/USKPnorte

Foi um fim de semana com muitos desenhos, palestras, comes e bebes, convívio, enfim, um pouco de tudo. Este encontro deu-me a conhecer o Porto, de outra maneira, como nunca o tinha visto, óptimo para ser desenhado. Gostei.








9 comentários:

jeanne disse...

Grande trabalho!

teresa ruivo disse...

Estes desenhos desarmam qualquer um, caramba!

João Santos disse...

Concordo com a Teresa, os dois primeiros então estão assustadores de bons!

nelson paciencia disse...

Bolas!tenho de comprara uma cadeirinha como essa tua, parte deste segredo está naquele conforto, a outra parte está na tua extraordinária arte de rever tão bem problemas tão difíceis. E o que tens trabalhado é de tirar o chapéu. Parabéns.

Ah, e cada vez gosto mais da forma como abordas a composição.



nelson paciencia disse...

Malditos correctores. Onde se lê comprara deve ler -se comprar. Onde está rever, deveria estar resolver.

Rodrigo Briote disse...

Isso é que foi trabalhar Mário

Bruno Vieira disse...

tantas ilustrações e tão bem trabalhadas

Pedro Loureiro disse...

Que minúcia e precisão! Este senhor tem a visão em esquadria milimétrica!

Fernanda Lamelas disse...

Que giros e que grande produção!