Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Sal

Existem algumas coisas que me retiram a vontade de desenhar, a saber:

  1. Pouco razoáveis condições atmosféricas. Confere.
  2. Gente de quem gosto muito sempre à minha volta. Confere.
  3. Pouca vontade de acartar uma mochila por cima de uma t-shirt sempre suada... também confere.
Fiz um esforço grande para picar o ponto nesta semana de férias na ilha do Sal. Os desenhos e as diversas estórias podem ser vistas AQUI.

 Comentário do Vasco quando aterrámos: "Pai, sobrevivemos!"

Os nossos novos amigos de Cantanhede, Nuno Banhudo e Vera Carnapete. 

 A praia de Santa Maria, à torreira do sol.

Música e dança Cabo-Verdiana.

3 comentários:

teresa ruivo disse...

Não gozes com a malta, Nelson!
Se desenhas assim só para picar o ponto, como serão os desenhos de livre e espontânea vontade?

Maria Celeste disse...

...desenhos cheios de dinamismo...

Rodrigo Briote disse...

Desenhos sempre animados