Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Porto.

Depois de descer a rua Escura fomos até à Ribeira e, sempre junto ao rio, até à Ponte D.Luís.




8 comentários:

Rodrigo Briote disse...

Estiveste em grande forma no Porto

nelson paciencia disse...

BOlá sou, imparável mesmo. Estão tão bons, e as cores são deliciosas.

nelson paciencia disse...

Queria dizer "bolas"!
Malditos correctores ortográficos. ..

teresa ruivo disse...

Além disso, quando olhamos para o último desenho somos levados mesmo para debaixo da ponte!

Suzana disse...

Que lindos, as cores estão fantásticas!

ana frazão disse...

Aguarelas novas?

Pedro Loureiro disse...

Desenhos excelentes e à velocidade da luz! Se não me engano, tu e o Zé passaram por mim umas 4 vezes - isto na Fórmula 1 são 4 voltas de avanço!

Eduardo Salavisa disse...

Obrigado malta pelos elogios. Ana: a diferença é o papel que me obriga a usar mais tinta.