Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Fire and (don't) forget



Muitas coisas para ver, muito pouco tempo para se aproveitar delas. Por além do usual ( a companhia, a hipotese de entrar en lugar difícil, as tais coisas para ver) gostei das coisas para ler, ou ouvir. As armas têm nomes de bichos, mais ou menos míticos. Até nos cruzamos com um gerador chamado Brigitte Bardot e gostava de conhecer a história desta denominação.

4 comentários:

teresa ruivo disse...

Uau!lindos! O último então está mesmo dramáticos!

Maria Celeste disse...

...gosto muito...

nelson paciencia disse...

Sempre formidáveis os teus desenhos!

Rosário disse...

Fantásticos!