Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blogue só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

sábado, 31 de outubro de 2015

"Assumir o erro, o inacabado"

Oficina de Eduardo Salavisa na FASVS

2 comentários:

Maria Celeste disse...

...e a caneta corre rápida e o esboço surge...
...e quem é mais difícil de aceitar é o próprio sketcher...
...e ainda bem...

teresa ruivo disse...

Ficou muito giro Rosário! E a caneta corria bem rápida, confirmo :)