Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2013

Corte jeitoso

Já com algum tempo, este desenho explora o tema já explorado por outros sketchers, não do ponto de vista de quem vai cortar o cabelo, mas de quem vai com quem vai cortar o cabelo.

Estendal vazio e limoeiro

Da janela do meu antigo quarto, na Praça João do Rio, vejo as traseiras da avenida Guerra Junqueiro e sobretudo o limoeiro plantado pela minha mãe.

terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013

2.º ciclo de comunicações e workshops


Inicia já no próximo dia 9 de março e estende-se até 27 de julho. Confiram o programa clicando na imagem e reservem as datas na vossas agendas!

As informações detalhadas sobre as viagens e os formadores serão anunciadas em breve!

segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

Apontamentos

Para nunca ser apanhado desprevenido (sem caderno), faço-me acompanhar de um pequeno bloco que já me safou em várias ocasiões, e ainda tem capa da autoria do nosso amigo Lapin.

Ir ao dentista

Medos de infância, suores frios e pânico...
Mesmo quando a Médica é um doce... e nunca, mas mesmo nunca me provocou a mais pequena dorzita, a não ser a picada inicial da anestesia.
O material de pintura que estava à mão eram os lápis de cor da minha filha...

Quinta dos Lilazes

 
 

 


Ontem à tarde na Quinta dos Lilazes mesmo ao lado das Conchas aproveitando o magnífico sol que estava.

Caderno novo...



Ofereceram-me um caderno do centro de arte contemporânea Graça Morais (Bragança). O papel não é adequado para as aguarelas para dá para as canetas. E um caderno novo, dá logo vontade de estrear...
Desenhos feitos na Caparica e no Seixal, as habituais vistas e as minhas plantas...

Ontem, fui ver a procissão passar!


Ericeira


Há muitos anos que não ia à Ericeira, há tantos que já nem me recordava de nada. Aproveitei que tive que lá passar para fazer uns desenhos, apesar da meteorologia estar extremamente má. Acabei por ter sorte porque a chuva nunca caiu enquanto andei na rua, mas tive que aguentar o vento e o frio.
De qualquer forma valeu a pena aquele pequeno passeio. Fica a recordação no meu caderno, para o caso da memória se voltar a perder.

Lisboa : Graça

O Cata-vento da Igreja da Graça

domingo, 24 de Fevereiro de 2013

Praça do Rossio, vista da esplanada do D. Maria II


Rossio (desde o Teatro D. Maria)


Um destes dias, desloquei-me ao palácio da Ajuda por motivos profissionais. Como estava com tempo, apanhei um eléctrico, que subiu a calçada da Ajuda e me deixou à porta. Gostei imenso! Mais uma vez, apreciei o magnífico património histórico que este país possui. Como tinha algum tempo disponível antes da minha reunião, aproveitei para rabiscar rapidamente o lado inacabado do palácio da Ajuda e um pormenor de uma estátua.




MUDE

 
 

 

sábado, 23 de Fevereiro de 2013

Numa Rua de Reguengos

Um dos muitos desenhos que ficam perdidos nos cadernos.
À espera já não sei do quê nem de quem, numa rua de Reguengos, dentro do carro.

BMW

... no MUDE!

Chá e Dragões 2

Tentei descobrir a origem do serviço.Só encontrei no fundo de cada chavena (e só nas chavenas)uma figura(japoneza ? ) que aparece só em contra luz.Desenhei a figura ampliada 3 vezes.Será que alguém me ajuda a descobrir onde este serviço  foi  feito e quando?

Chá e Dragões 1

Nas arrumações encontrei um serviço de chá dado há unus anos por uma tia.A decoração em preto não me agradava.Agora descobri que todos os dragões(um por peça) são diferentes.Desenhei o bule e o dragão do prato de bolos.

COM ESTA VOZ ME VISTO

Uma exposição no MUDE!

sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2013

Nazaré
A semana passada fui à Nazaré "ver o mar". 
Estava sentada na esplanada à procura de um tema para fazer um desenho, quando vi esta senhora (típica nazarena) a apanhar um pouco do sol de inverno. 

Usei primeiro grafite e depois sakura micron e aguarela.

Paisagens Sonoras com Rui Toscano na Culturgest

Seguindo o exemplo do Filipe, deixo aqui os meus rabiscos do workshop do Mário Linhares na exposição do Rui Toscano na Culturgest. Ao contrário de todos os participantes, não consegui deixar-me invadir pelo abstrato no segundo dia...










MESAS DE TRABALHO

Feito minutos atrás e colocado ainda quente.

A comida tailandesa...


Visita ao Palácio dos Marqueses de Fronteira

 

 


Ontem fui, com os amigos dos Castelos, visitar o Palácio dos Marqueses de Fronteira e Alorna. A visita era guiada por isso o tempo para desenhar foi muito pouco.

O primeiro desenho foi feito com mais calma antes de entrar - no parque de estacionamento fronteiriço ao Palácio.

O segundo e o terceiro foram feito apressadamente quando passeávamos nos jardins ouvindo as explicações. No último, a aguarela foi dada em casa.

Aconselho vivamente a visita, pena que não haja tempo para desenhar os magníficos jardins que então na primavera ou no outono devem ser magníficos.

quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2013

Arte Nova

Este prédio é provavelmente o único vestígio arquitectónico da Arte Nova em Évora (no interior lá estão os arcos "á la" Gaudi). Estava um gelo quando o desenhei, por várias vezes tive que fazer um intervalo e ir aquecer-me ao sol... o desenho acabou por "engolir" todo o espaço. Tenho que lá voltar e repetir, quando vier o sol claro.

Experiencia TV

Ontem,desenhei,directamente a grafite,dois dos entrevistados pelo Malato.
Hoje,passei com pilot parallel 2.4 e aguarela.

Lisboa

A vista de casa de amigos.

quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2013

Corte de cabelo

A ideia não é nova, e agora foi a minha vez de a colocar em prática. Desenhar um corte de cabelo.
João Catarino já o tinha feito, o Gabi Campanario, a Marina Grechanik, o Filipe Leal de Faria, e por aí fora.
O resultado foi o possível, com um dos intervenientes a levar muito a sério o exercício, eu, permanecendo imóvel, e a cuidadosa mas irrequieta Cristina, que insistiu em dificultar-me a tarefa. O desenho ficou assim- assim, o corte de cabelo, impecável.


À porta de casa...


Na escola... esperando por reuniões


O Bruno, a Inês, a axonometria e a cónica

Primeiro o Bruno:
- desenhado durante um almoço, deu tempo para aguarelar. Estudante de antropologia e cameramen da vende-se filmes. Inteligente e de fácil conversa com conteúdo. Vale a pena conhecerem.

Agora a Inês:
- desenhada durante uma aula de desenho. Estuda ciências no secundário, mas está a aprofundar os conhecimentos de desenho com aulas extra. Eu tenho a sorte de ser o professor dela. Tem um desenho muito delicado...

A axonometria:
- banco desenhado durante uma aula de desenho. É fundamental percebê-la para conseguirmos entender porque nos enganamos tanto na perspectiva de ruas. É muito boa para os desenhos rigorosos e mais técnicos, mas para o desenho de observação mais livre, pode criar-nos alguns problemas.

Finalmente a perspectiva cónica:
- o mesmo banco desenhado na mesma aula. Depois de percebermos onde fica a linha do horizonte e como se encontram os pontos de fuga, acontece uma espécie de magia em que tudo parece verdade!


É maravilhoso o desenho!

Amigos loucos, drogados e maravilhosos





Ir visitá-los tem sido como respirar ar fresco! 
(adivinham o que curva significa em Polaco? eu achei muita piada no contexto de jogos de corridas de carros)

terça-feira, 19 de Fevereiro de 2013

Tentativa de dar algum dinamismo no desenho e levar o observador a interpretar...Achei interessante.

Telhados

 
 
 


Ando há uns tempos a gostar de desenhar telhados; há neles muitas linhas e muitos ângulos o que se dificulta também facilita e guia o olhar e a mão.

segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2013

Após os examos, a minha filha iniciou a busca pelas notas que vão sendo divulgadas. Isto fez surgir a "estátua humana". Bom para desenhar.

Domingo de chuva


No passado domingo, dia de chuva, a minha pequena entretinha-se com os desenhos animados no Youtube. Fica tão entusiasmada a ver a pequena Sereia ou o Pato Donald que não senta na cadeira, por mais que a avise. Apanhei-a em pleno visionamento.

Nazaré

A majestosa Pedra do Guilhim