Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Ao longe Troia, do outro lado a Arrábida

Um rabisco rápido de Tróia e da arrabida visto do lado da Mitrena.

Curso de perspectiva

Já podia ter anunciado aqui há mais tempo mas, não sei porquê, passou-me.
Uma das maiores dificuldades que as pessoas costumam sentir quando desenham na rua, está relacionada com a perspectiva, por isso, foram-me desafiando para dar um curso com este mote.
Assim, nos próximos sábados do mês de novembro, das 10h às 13h, irá acontecer um curso de perspectiva em diário gráfico.

Toda a informação aqui.
 Desenho de uma praça na Covilhã.

Desenho rápido de um dos claustros do convento de Mafra.

Edifícios de Sintra

Mais uma composição livre de diversos edifícios de Sintra.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Cais do Gás


Quando tinha 14 anos fazia vela no CNL ao fim das tardes de terça e quinta feira.
As instalações eram no Cais do Gás.
Descíamos e subíamos os snipes pelo perret no meio de fragatas, varinos, canoas e faluas e da população correspondente. Havia por ali muita pesca miúda e mesmo alguns pesqueiros do alto e cargueiros eram por ali descarregados. Aquilo fervilhava de barcos e de gente.
No Inverno, com os dias curtos, só havia vela aos fins de semana, mas no Outono e Primavera já era frio e não havia anoraks nem botas. Apenas umas camisolas de lã, camisas de flanela e alpergatas de corda que ficavam pesadíssimas e saíam dos pés quando chegavam à água.
Tenho saudades dessa vida mas nem tudo era azul. Grande parte dos navios usavam nafta que empestava todo o rio com flocos nojentos que sujavam tudo e ficavam à espera, nas praias e nos cais, para se colarem aos pés.
Havia um cargueiro de cabotagem (na época até se fazia cabotagem) que tinha uma máquina a vapor cuja caldeira fora convertida a nafta.
Neste Verão voltei a passar por lá.
Está um sítio lindo. Sem nafta, com uma água relativamente limpa, sem aqueles cheiros do alcatrão, óleo e peixe... (que saudades)
O perret por onde descíamos os barcos está agora coberto com um maravilhoso deck onde tomámos um aperitivo vendo a água por baixo dos nossos pés. Há uma música ambiente e um serviço cuidado.
Não há barco nenhum. Mesmo na outra banda, o Ginjal está despido, fantasma, sem ninguém. Nem os snipes, nem as fragatas nem os varinos nem as canoas. Nem mesmo os cargueiros ou bacalhoeiros que paravam na outra banda.
Moram todos na minha memória.
Foi um fim de tarde mágico.
Havemos de lá voltar.

Momentos de descontração

Quem visitar Santarém, pode escolher uma das múltiplas  Tabernas/ Tascas para apreciar uns petiscos... Esta é apenas uma delas, em que fui fazendo este desenho enquanto esperava.

Moleskine 14cm X 9cm, com caneta Sakura Micron e Aguarela

PARQUE DA REDENÇÃO


 Aquarela sobre Fabriano
"Parque da Redenção" - Porto Alegre, BRASIL
Um dos "pulmões verdes" da capital do Rio Grande do Sul

Passo a publicidade ;)


http://www.petercafesport.com/blog/index.php

Para quem se der ao trabalho de ver.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Nazaré

Praia do Norte

Recanto II


Ainda estava no rescaldo do encontro em Tavira e já me estava a atirar outra vez aos recantos com escadinhas e ruelas, desta vez em Lisboa.

Ainda os Açores

 
 


Feito no café junto à praia de Porto Pim enquanto aguardava que o sol se decidisse se aparecia ou não. Com café desenhei uma senhora que lá estava e a fortaleza.

domingo, 28 de outubro de 2012

Vintage no Caramulo


Foi o que me deu mais prazer no Caramulo: desenhar as entranhas das motos!

Urban Sketchers Global Map

Vamos mapear os urban sketchers ao nível global!!

(as instruções estão do lado esquerdo, depois de clicar no link abaixo do mapa)


Ver Urban Sketchers Global Map num mapa maior

Desenhos do Verão passado... (por Kika Neves)

 Tarde tranquila de sol, cães soltos, o som circular de "Alice" e a vontade e concentração há muito desejadas para voltar a fazer alguns riscos...
 Sentada cá fora no chão, olho para cima... Um turbilhão de "braços" irrompe no meu horizonte...
 Hoje foi o 1º dia deste Verão estranho em que consegui passar a tarde inteira sentada no tapete, estendido ao ar livre no sítio do costume...
 A Paisagem não tem dono...
 "Emaho!" - expressão de encantamento e regozijo diante do espectáculo do universo e da  mente - Vítor Pomar
 Fim de tarde zen na praia de Alpertuche...
 Fim de Setembro, manhã cedo na Lezíria...


Açores

 
 

O Pico visto do sítio do costume, o Peter. Grafite.


já à bastante tempo que não publicava nada..... deixo-vos, aqui então, um pequeno registo a carvão :)

A ciência do desenho, Casa da Cerca Almada

Olá a todos,

Já aqui foi falado na 1ª trienal movimento desenho - desenha'12, e inserido nesta programação a Casa da Cerca em Almada tem uma exposição intitulada: A ciência do desenho. Com trabalhos de:
Alexandre Farto, Catarina Patricio, David Oliveira, Paula Rego, Pedro Gomes, Ricardo Leite, Rui Macedo. Está patente até 20 de janeiro de 2013, mas vão o quanto antes, é urgente ver.
Eu fui lá hoje e acho que vou lá mais 3 vezes, no mínimo.

Não deixem também de visitar os jardins da casa.
Podem estacionar lá dentro. E está aberto aos domingos. Mais info aqui.

Desfrutem.

Para quem não conhece a zona: 
Barco cais do sodré - cacilhas. 
à vossa direita percorrer o ginjal junto ao rio.
subir o elevador. (1€)
perguntar ao senhor do elevador onde é a casa da cerca mas é a meia duzia de passos dali, sempre a subir.
quando descerem o elevador no regresso, petisquem no Restaurante Ponto Final e não deixem de ir as casas de banho, mesmo que não tenham vontade.
vão ver que será um dia bem passado.
(nota-se que sou daqui? :)




sábado, 27 de outubro de 2012

FIRST MUSHROOM (13#)

"Boletus 1" Caneta ponta fibra Staedtler s/ papel; 20.5x14.5cm; Out. 2012
 Sendo o mês de Outubro o principal cartão de visita do Outono, é por estas alturas que começam a surgir os primeiros cogumelos silvestres. No entanto convém relembrar que não se aconcelha irem em busca destas iguarias pelas florestas e matos, se não tem conhecimento e experiência de os colher, pois um cogumelo comestível é facilmente confundido  por um outro venenoso. Como já é algo que faço desde criança, e tive muitos bons "professores" na arte de conhecer estes atrativos fungos, todos os anos por estas alturas embranho-me pela natureza em sua busca. Hoje foi o primeiro dia que fui, e o "boneko" em cima foi o primeiro que encontrei, que por estas alturas já se encontra em processo de digestão, na bela omelete com espargos e cogumelos que foi o meu jantar :)

p.s. as cores do cogumelo representado no "sketch" não correspondem concretamente à realidade, logo não aconcelho que usem como referência para colher um igual, pois o mais certo é levarem algo tóxico para casa lol.

Gérard, Lapin e carros




 

Foi no Museu do Caramulo onde desenhei pela primeira vez os carros, o Lapin e o Gérard. Os dois últimos modelos foi num desafio "face to face", em que utilizei a minha "arma" preferida: o desenho cego. Quanto aos carros, se não tivesse sido no museu e se não tivesse sido com o Lapin, provavelmente nunca os teria desenhado com tanto empenho.

Casa Assombrada em Savannah, GA - USA

Uma das muitas... :P lol



Mercer House - Savannah, GA - USA




Esta é a Mercer House, a que aparece no filme Meia-noite no Jardim do Bem e do Mal.
É uma casa incrível típica de Savannah, com belos tectos e salas grandes, saloes de baile, salas de estar, e tem um órgão de tubos no interior, encastrado na parede.

Não só é a casa que aparece no filme, mas é a casa original onde a história realmente aconteceu (o filme conta a história de Jim Williams, um homem muito rico que vive nesta casa sumptuosa e onde... bem, não vou contar a história filme! Teem que ver o filme! Eh do Clint Eastwood).

Um lugar em que todos devem parar em Savannah.

Gérard Michel


O Gérard é tão desenhável que esta página só não está cheia dele porque o tempo voa...

Desenhos de cidades



A Trienal de Desenho está a desenvolver um roteiro digital de várias cidades de Portugal e quer colocar desenhos feitos em cadernos para o ilustrar.

Somos todos desafiados a ver a lista de cidades e enviar desenhos que já tenhamos ou a ir lá desenhá-las!

O prazo de entrega é até 31 de outubro e enviar para ananevesguerreiro@trienalmovimento.org


Feira de Santa Iria

Em Tomar, ainda há até ao fim de semana a "feira das passas"!

Workshop "Vintage no Diário Gráfico"

Alguns desenhos feitos no extraordinário workshop "Vintage no Diário Gráfico" no museu do Caramulo, organizado pelo Mário Linhares e o Lapin, e a participação especial do Gerard Michel.
 
2º exercício: ZOOM . desenhar um carro sob o mesmo ponto de vista, o mais longe possível, a meio caminho, o mais perto possível. Bugatti 40, 1926.


4º exercício: LAPIN STYLE - sentado a 50cm do carro, a 3/4, começando pelo pormenor mais próximo. Lamborgini Miura, 1971.
 

6º exercício: CARICATURA - Escolher as principais características de um carro e amplificá-las. Mini Cooper S, 1969.
 
 

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Workshop no Museu do Carmo

 
 

Feito no workshop da Mónica Cid no sábado passado quando viajámos à volta do Museu do Carmo.

Amanhã volto para nova viagem.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Vintage

O workshop de diários gráficos com o tema dos carros antigos foi algo de mágico...
Só por ter acontecido já foi digno de prazer. Desenhar com tantos aficionados pelo desenho durante dois dias seguidos é maravilhoso.

O Lapin, aqui desenhado num duelo em que ficou com um ar velhote, desvendou-nos as pistas do seu método e os resultados foram incríveis para toda a gente. Dos oito exercícios, este foi o único que não exigiu preparação prévia. Tratava-se do "Lapin style" e só ele mesmo é que podia dizer como se fazia.

Aqui o meu resultado final à Lapin.
Houve quem lhe chamasse "Lapanisses".
:)
Grande fim de semana!

Instituto Goethe

No café do Goethe, antes de uma aula de alemão.

Experiência com lápis de aguarela


Nazaré

Frente do mar

Encontro 31

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Últimos desenhos na Indonésia







Aqui estão os últimos desenhos que fiz na Indonésia, os primeiros nos 3 dias que passei a subir um vulcão (alguns um pouco inacabados pois não havia muito tempo) e o último feito já na praia, a recuperar