Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 12 de Novembro de 2012

São Carlos

Uma das coisas boas que esta atividade, a de desenhar em cadernos, tem, é a de podermos desenhar qualquer coisa. Não é importante o que se desenha, não é importante o objecto que prende o nosso interesse por uns instantes. Mas, por outro lado, o desenho é um pretexto para irmos a sítios fascinantes. Foi o caso da sessão de desenho coordenada pela Rosário Félix no São Carlos. Vista do palco para a plateia Vista do camarote "Real" para o palco Pormenor do lado esquerdo do palco Vista da varanda da cenografia para rua Serpa Pinto

6 comentários:

nelson paciencia disse...

Desenhos absolutamente vibrantes.

hfm disse...

Belos registos.

Mas o que gostei mais foi de te ver sentado na cadeira presidencial. Só tive pena de não ter garras para "agarrar" esse momento.

Maria Celeste disse...

Magnífico Eduardo...
Parabéns!

Mário Linhares disse...

Lindos Eduardo!

Manuela Rolão disse...

Adoro o último, um olhar que não é permitido a todos... só quem sobe à varanda da cenografia...

Rosário disse...

Ficaram bem bonitos!