Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Pessoas

Esboços feitos meio as escuras num concerto da Gulbenkiien, o maestro e uma violoncelista.

2 comentários:

Pedro disse...

O Maestro era o Michel Corboz!

matilde disse...

Nao, por acaso era o L. Foster e a violoncelista A Alisa Weilerstein, mas nao admira o engano dado a "qualidade" dos desenhos...