Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Urban Sketchers em Lisboa

Natal é sinónimo de Fnac, e lá estava no escaparate em destaque com outros livros já nossos conhecidos o tão esperado "Urban Sketchers em Lisboa, desenhando a cidade". Até eu lá estou (embora com o nome trocado de Espadaneira para Espanadeira, o que já é um clássico). Óptima prenda de Natal para família e amigos. 

3 comentários:

Eduardo Salavisa disse...

Primeira gralha. Assumo-a. Desculpa Joaquim.

J.Espadaneira disse...

Não faz mal, como disse já é um classico que chegou a figurar na minha carta de condução.
O livro está lindo e inrrepreensivel.

Manuela Rolão disse...

Parabéns pelo desenho em primeira mão!