Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 31 de Julho de 2009

Porto Alegre - Largo dos açorianos




Esta praça em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, homenageia os primeiros habitantes do local, 60 casais de açorianos que foram os primeiros a habitar a região em 1752.
A escultura é de um artista chamado Carlos Tenius

Usina do gasômetro- Porto Alegre (RS) Brasil


terça-feira, 28 de Julho de 2009

Caderno do trânsito

Desde que vi os desenhos no trânsito do José Louro que fiquei com "ganas" de experimentar. Desde então aproveitei um caderno antigo que tinha de colagens para o colocar no carro e ir desenhando no trânsito...

Aí estão os resultados menos desastrosos:

Encostado à berma junto de um semáforo enquanto esperava um amigo.


Este foi feito durante o pára-arranca do IC19. Percurso: Cacém-Pina Manique. Depois aquilo começou a andar a sério e já era aventura a mais continuar a desenhar!!


Também enquanto esperava (desta vez era a Ketta).


Feito durante o vermelho de dois semáforos de Lisboa. O carro foi o primeiro. O polícia apareceu no segundo semáforo e pareceu-me muito mais interessante desenhá-lo do que continuar o carro...

De novo à espera de amigos...



Aproveito para desejar boas férias ao pessoal. Até Setembro!

quarta-feira, 22 de Julho de 2009

Matozinhos - MG (Brasil)


A cidade em que eu nasci tem o mesmo nome de uma cidade de Portugal.
A diferença é que o MATOSINHOS de Portugal é grafado com "S" e o do Brasil é grafado com "Z" - MATOZINHOS.
É uma cidade pequena e muito agradável no Estado de Minas Gerais, estado que tem fortíssima influência portuguesa, a partir da época do Brasil colonial.
Atualmente vivo no outro extremo do país, no estado do Rio Grande do Sul, mas as saudades estão sempre em meu coração.

Rio Grande (RS) -Detalhe da Rua Marechal Floriano


Este desenho mostra a Rua Marechal Floriano, na parte considerada "antiga" da cidade, com casarões antigos do começo do século XX em estilo eclético, com predominância da influência neoclássica.

1- Rio Grande - RS (Brasil)


O porto velho de Rio Grande hoje se destina apenas aos barcos pesqueiros e é uma das zonas mais pitorescas da cidade...
O desenho acima foi iniciado no local, com apontamento de todos os detalhes e terminado no atelier, com a aplicação da aguada de nanquim.

03 - Frankfurt


Esta era a vista que tínhamos do bar da pousada.

Comecei por desenhar-me e à pequena varanda e rapidamente o desenho fluiu para a envolvente, parecendo que eu estava a flutuar no meio da cidade...

Tive de fazer o desenho em dois dias (3 e 7), aliás, nota-se a diferença da caneta não é? Não sei porque isso aconteceu, já que era a mesma caneta...
... estive para aguarelar este, mas a falta de tempo está a dar-me cabo do juízo...
(por falar nisso ainda não aguarelei nenhum!)

segunda-feira, 20 de Julho de 2009

SKETCHCRAWL - 11-Jul-2009

~ EM EDIÇÃO ~
~ espera-se que, como tanta coisa por este país afora, ~
~ o provisório não se torne definitivo ~


~ ó diabo, podia jurar que tinha aqui ~
~ os outros dois ficheiros ~

~ bom, as minhas desculpas, vai ter de esperar mais um bocadinho... ~

~ local: Fundição de Oeiras ~

~ evento: fido ~



Ficha técnica
data: 11/07/2009
material: Moleskine Sketchbook 9x14; lapiseira 0.5; Sakura Pigma Micron 0.05, 0.1 e B
banda sonora: Tom Waits - Lucinda (live)

domingo, 19 de Julho de 2009

À espera...

Enquanto as férias não chegam, aproveitam-se os jardins e esplanadas, cheios de personagens interessantes!

quinta-feira, 16 de Julho de 2009

02- Terminal de containers - Porto do Rio Grande


O porto de Rio Grande, no Sul do Brasil é um dos mais importantes do Mercosul (zona de livre comércio entre o Brasil, Chile, Argentina, Uruguai e outros países do continente)
Desenvolvi esta série de aquarelas no ano de 2004.

1 - "Igreja do Salvador" - Rio Grande - RS (Brasil)


A igreja do salvador é um prédio do início do século e é um dos cartões postais de cidade onde eu moro. Desenhá-la é difícil pois a avenida na qual ela se situa é muito movimentada e tem um tráfego intenso. Aproveitei um domingo com chuva e fiz os primeiros apontamentos de dentro do meu carro. O detalhamento foi feito em casa, no atelier.

quarta-feira, 15 de Julho de 2009

Terminal de containers - Porto do Rio Grande


Olá pessoal!
Prazer imenso estar aqui compartilhando com vocês meus desenhos neste blog em meio a tantos talentos.
Permito-me representar o Brasil e, em nome do meu país, mandar um abraço a todos nesta confraternização linda através da linguagem universal do desenho.
Aos poucos eu vou aprendendo as regras deste blog e publicando mais.
Um enorme abraço!

domingo, 12 de Julho de 2009

02 - Frankfurt


Quando cheguei ao aeroporto de Frankfurt fui de metro até ao centro da cidade (sim, é só descer umas escadas e o metro é logo ali!). Chegado à estação central de Frankfurt deparei-me com esta dificílima palavra: HAUPTBAHNHOF - o título da estação. Raio dos alemães são tramados para inventar palavras estranhas...

... fiquei logo com vontade de a desenhar, mas só no penúltimo dia é que arranjei um tempinho para me sentar na esplanada do restaurante turco, mesmo em frente a tamanha obra de pedra, aço e vidro!

sexta-feira, 10 de Julho de 2009

01 - Frankfurt


Cheguei de Frankfurt no dia 7.
Acabei por fazer 14 desenhos em 7 dias, mas ainda não tive tempo de aguarelar as paisagens. Por enquanto vão ficando aqueles que decidi não dar cor...

Ao início da tarde íamos para um parque junto do rio Hanns onde toda a gente estava deitada na relva, a andar de bicicleta, a comer salcichas ou a beber cerveja...
Nós aproveitávamos para dormir a sesta...

Eu, como não queria perder oportunidade nenhuma de desenhar, tentava manter-me acordado e registar o melhor possível o que se passava à minha volta - neste caso é o Duarte e o Luís que estão a tentar recuperar o sono perdido na noite anterior...

quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Deambular por Lisboa

Cheguei à hora e as esplanadas estavam sem lugares. Sentei-me num banco, a meio, de modo a ser visto facilmente.

quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Fauna de Armação de Pêra

Rendi-me ao desafio de muitos desenhadores e decidi também experimentar desenhar os veraneantes. Cheguei à conclusão de que têm razão: é uma fartura de modelos totalmente grátis e nem dão por ela. Quem ainda não experimentou, força que vale a pena, depois de uma banhoca refrescante e de secar as mãos (dá jeito!).

quinta-feira, 2 de Julho de 2009

Ornitólogo de Jardim

(antes que perguntem - não, ainda não tenho blog)

melros, pombos e uma andorinha-dos-beirais

Suponho que seja mal comum darmos connosco de suspiro fácil esgueirando garganta afora com o pensamento posto em lugares distantes, em culturas diferentes, em passarada fina exótica - bom este último exemplo alguns mais que outros. E que quando lá chegarmos é que vai ser, desenhos a torto (tordo?) e a direito, páginas e páginas de vertigem desenhadoira, um manancial de imagens que metem os mil-e-quinhentos-mega-pixéis a um canto. E esfregam-se as mãos num comportamento relíquia como quem acende fogueira com raminhos secos...

Pelo menos comigo é assim.

Isto cada um sabe de si (e Deus Nosso Senhor sabe de todos, dizem), mas depois de algumas idas lá ao tal sítio exótico e lindo e fascinante, constato que afinal não me fica assim tanto no diário. Se calhar é ser-se lambareiro, mas poucas foram as viagens em que deu para desenhar à saciedade. Ou é a companhia, ou é a falta de tempo, ou a frustração, ou o alinhamento astral que não é o mais favorável, ou sei lá o que mais. Ou a falta de preparação.

Há que manter a mão educada. Há mil e uma razões para desenhar frequentemente, pela pausa, pela cronologia, pelo registo. Manter a mão treinada é meio caminho andado para um registo satisfatório. Bom, talvez não tanto, mas lá que ajuda, ajuda.

E é com isto em mente que tenho ido quinze minutos por dia para o jardim, um qualquer. Desde que com algumas aves. A ideia é simples, familiarizar-me muito bem com o que há à mão, para que quando o que não há à mão estiver à mão não falhar a mão. Simples, não?

E neste processo de desenhar o corriqueiro aprende-se sempre tanto. Nos quinze minutos no jardim tenho observado os melros a procurar comida para as crias que silvam nos ramos acima da minha cabeça, visto o modo como os pardais rondam e se aventuram por entre os gigantescos pombos para sacar aquela migalha, como voam baixo os andorinhões se a chuva ameaça. Apanha-se isto pouco a pouco, com paciência. E a pouco e pouco vai ficando a morfologia das aves. São quinze minutos sempre muito bem empregues (que gastos são os sapatos).

E quando chegar o dia da viagem prometida, do agora é que vai ser, pois então, será.

Ou isso ou me resigno ao facto de que o sítio lá longe para o resto do mundo, o da cultura exótica e paisagens únicas, da passarada fabulosa, é aqui.

E é mesmo.

Ficha técnica
data: 25 a 27/06/2009
material: Moleskine Sketchbook 9x14; lapiseira 0.5
banda sonora: som ambiente

quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Convite MNAC


Olá a todos,

venho redimir-me do meu "desaparecimento" convidando-vos para a inauguração da nova exposição do Museu do Chiado, onde recentemente comecei a estagiar.
O Design Gráfico da exposição foi concebido por mim e por outra estagiária. Ficaria muito contente se conseguissem ir. Sei que o convite é um pouco em cima da hora mas realmente não tenho tido descanso (felizmente claro)!
Ainda para quem não possa ir amanhã, recomendo vivamente esta exposição para uma outra altura, está muito boa!

Beijos para todos, Clara.

P.S.- temos que combinar outro encontro para ver se pego no meu Diário Gráfico, que ultimamente tem andado muito esquecido!

Frankfurt


Sei que já coloquei aqui este desenho, mas como vou para a feira de Frankfurt amanhã por causa deste projecto, achei que vinha a calhar.

Prometo alguns desenhos da cidade. Mesmo aqueles que não saírem nada de jeito!
Até breve!

ps. Combinem o encontro para este fim-de-semana! Mesmo não podendo estar presente, o mais importante é o pessoal encontrar-se para desenhar!

Zoo#2

Faz exactamente um ano que fui também ao Zoo de Lisboa com um grupo de amigos, igualmente desenhadores compulsivos! Tive pena de este ano não puder participar no passeio proposto, para fazer o update, mas aqui ficam os registos a pedir um regresso.